13 dezembro 2010

Esportiva Guaxupé é Campeã Juniores 2010

TEMPO NA CIDADE

Com o Estádio Carlos Costa Monteiro recebendo um excelente público a equipe da Sociedade Esportiva Guaxupé sagrou-se a Grande Campeã da Copa Sul Mineira de Futebol Juniores ao vencer a equipe do A R Sul Mineiro da Cidade de Itapeva na cobrança de penais.
Antes de a bola rolar houve execução do Hino Nacional e o Flair Play dos Atletas e da Arbitragem.
Bola rolando e a equipe da Esportiva Guaxupé partiu imediatamente em busca de seu primeiro gol, pois precisava da vitória para levar a partida para a prorrogação e conseguiu balançar as redes do arqueiro William aos seis minutos em uma cobrança de falta pela esquerda, a bola foi alçada na grande área e de bate pronto Chiquinho marcou um golaço para delírio de sua torcida presente em grande numero ao Estádio . Esportiva 01 x 00.A equipe do Sul Mineiro sentiu o gol e não se encontrava dentro do gramado e quem literalmente tomava conta das ações era a equipe da casa que buscava marcar o segundo para levar a vantagem do empate na prorrogação. Mais a equipe do Sul Mineiro ainda teve duas boas chances de empatar a partida, mais o placar do primeiro tempo ficou mesmo Esportiva 01 x 00.
As duas equipes voltaram as mesmas para o segundo tempo, sendo que quem buscava o gol a qualquer custo era a equipe do Sul Mineiro, já que o empate lhe daria o tão sonhado titulo de Campeão, porém esbarrava no ótimo arqueiro Jacson e na excelente peça defensiva da equipe Verde. Mais a ducha fria para os torcedores da casa veio muito cedo, aos deis minutos em um contra golpe rápido pela direita a bola sobrou dentro da grande área e o excelente camisa deis, Rafael colocou a bola no canto direito de Jackson, calando o Estádio Carlos Costa Monteiro e levando a pequena torcida do Sul Mineiro ao Delírio. Esportiva 01 x 01 Sul Mineiro.Depois deste gol do Sul Mineiro a partida ficou bastante truncada com a equipe da Esportiva tentando o segundo gol, mais a marcação do Sul Mineiro estava impecável.
Os Atletas Dodô e Rafael do meio de campo da Esportiva realizavam uma excelente partida e era o ponto de desequilíbrio. Aos dezenove minutos em uma jogada pela direita, Ricardo recebeu livre e tentou um chute sem muitas pretensões, mais o acaso pegou o Arqueiro William bastante adiantado e a bola entrou na gaveta, um golaço, com aço mesmo. Esportiva 02 x 01.A partir deste gol a partida ficou bastante equilibrada, coma equipe da Esportiva se defendendo mais para manter o placar que levaria a partida para a prorrogação, já a equipe do Sul Mineiro buscava o gol de empate, sendo que o seu principal atacante e Artilheiro da Competição, Ortigossa não realizava uma boa partida.
A equipe do Sul Mineiro teve o Ala Esquerdo Rafael expulso aos vinte e seis minutos por reincidência de Cartão Amarelo. Com um jogador a menos a partida ficou bastante difícil, pois a
Photo:Liga Sulmineira=Esportiva Guaxupé - Campeã -
equipe da Esportiva era toda pressão em busca do terceiro gol e da vantagem do empate na prorrogação. Mais a defensiva do Sul Mineiro agüentou a pressão e ainda quase marcou o gol do empate.
Final de Partida Esportiva 02 x 01 Sul Mineiro.
A partida foi para a prorrogação e a equipe da Esportiva Guaxupé com um jogador a mais foi em busca da vitória que lhe daria o titulo, mais o Sul Mineiro se fechou todo e ainda levava perigo nos contra ataques. Final de Prorrogação 0 x 0.
A decisão do titulo foi para a cobrança de Penais. Essa disputa foi muito emocionante, pois precisaram de nove cobranças de cada lado, para se conhecer o Campeão. O último penal da série alternada foi desperdiçado pelo Atleta Elivelton, em uma defesa maravilhosa de Jackson da Esportiva.
Final Sociedade Esportiva Guaxupé 09 x 08 Sul Mineiro.
Sociedade Esportiva Guaxupé,grande Campeã da Copa Sul Mineira de Futebol Juniores 2010, em mais uma grande festa do Futebol Amador do Interior de Minas Gerais.
Em Guaxupé – Estádio Carlos Costa Monteiro –Sociedade Esportiva Guaxupé 02 x 01 A R Sul MineiroProrrogação – 00 x 00Penais – Esportiva 09 x 08 Sul Mineiro.
Arbitro – Evandro José da Silva; Auxiliar 01 – Vanderli Pereira;Auxiliar 02 – Lazaro de Carvalho; Reserva – José Abel Bernades Bueno; Representante – Rogério Venâncio
Gols – Chiquinho e Ricardo – Esportiva- Rafael – Sul Mineiro
Cartões Amarelos –- Chiquinho, Ricardo, Vinicius e Índio – Esportiva- Luizinho e Gerson – Sul Mineiro
Cartão Vermelho – Rafael – Sul Mineiro
ESPORTIVA – Jackson, Ricardo (Samuel), Vinicius, Darleno (Kaiki) e Macedo, Chiquinho, Dodô e Rafael, Marcelinho (Indio), Jean (Bruno Henrique) e Murilo (Hugo) – Técnico- Pereira
SUL MINEIRO – Willaim, Rodolfo (Bem Hur), Gerson, Douglas e Rafael, Edinho, Gustavo
(Elivelton)_ e Eder(Caio), Da Silva, Ortigossa (Kelvin) e Luizinho (Sidynei) – Técnico – Vavilson dos Santos
PREMIAÇÇÕES:
Campeão- Sociedade Esportiva Guaxupé
Vice Campeão – A R Sul Mineiro - Itapeva
Disciplina – Associação Atlética Internacional – Carmo da Mata
Artilheiro – Ortigossa – Sul Mineiro
Goleiro menos Vazado – William (Sul Mineiro) e Jacson (Esportiva Guaxupé)
Destaque – Dodô – Esportiva Guaxupé
Técnico – Pereira – Esportiva Guaxupé
Diretor – Edson Fonseca - Esportiva
Texto e Foto:
Departamento Técnico da Liga Sul Mineira de Futebol
http://www.ligasulmineiradefutebol.com.br/








07 outubro 2010

Julgamento da Esportiva e jogadores acontece hoje(07-10)

TEMPO NA CIDADE


O presidente da Liga Sulmineira de Futebol divulgou através do site da entidade o enquadramento de atletas e equipes envolvidos em acontecimentos ocorridos na última rodada.

Além de divulgar o enquadramento também foi fixada a data do Julgamento, que acontecerá nesta quinta-feira (07-10), ás oito horas da noite na sede da Liga.

- Rafael Alves Vieira – Assis Futebol Clube – Artigo 250- I

Art. 250. Praticar ato desleal ou hostil durante a partida, prova ou equivalente.

I - impedir de qualquer forma, em contrariedade às regras de disputa do jogo, uma oportunidade clara de gol, pontuação ou equivalente; (AC).


- Patrick W.F. Ricardo – Assis Futebol Clube – Artigo 254-A- II

Art. 254-A. Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

PENA: suspensão de quatro a doze partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de trinta a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).§ 1º Constituem exemplos da infração prevista neste artigo, sem prejuízo de outros:


II - desferir chutes ou pontapés, desvinculados da disputa de jogo, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

§ 2º Se da agressão resultar lesão corporal grave, atestada por laudo médico, a pena será de suspensão de oito a vinte e quatro partidas.(Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

§ 3º Se a ação for praticada contra árbitros, assistentes ou demais membros de equipe de arbitragem, a pena mínima será de suspensão por cento e oitenta dias. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

§ 4º Na hipótese de o agredido permanecer impossibilitado de praticar a modalidade em conseqüência da agressão, o agressor poderá continuar suspenso até que o agredido esteja apto a retornar ao treinamento, respeitado o prazo máximo de cento e oitenta dias. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

§ 5º A informação do retorno do agredido ao treinamento dar-se-á mediante comunicação ao órgão judicante (STJD ou TJD) pela entidade de prática desportiva à qual o agredido estiver vinculado. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).


- Maikon Douglas de Paula Fernandes – Assis Futebol Clube – Artigo 254 – I

Art. 254-A. Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

PENA: suspensão de quatro a doze partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de trinta a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).§ 1º Constituem exemplos da infração prevista neste artigo, sem prejuízo de outros:

I - desferir dolosamente soco, cotovelada, cabeçada ou golpes similares em outrem, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido; (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).


- Gutierez da Silva Matias – Sociedade Esportiva Machadense – Artigo 257

Art. 257. Participar de rixa, conflito ou tumulto, durante a partida, prova ou equivalente.

Parágrafo único (Revogado pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

PENA: suspensão de duas a dez partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código. (NR).

§ 1º No caso específico do futebol, a pena mínima será de seis partidas, se praticada por atleta. (AC).


- Felipe Silva Lotério – Sociedade Esportiva Machadense – Artigo 257

Art. 257. Participar de rixa, conflito ou tumulto, durante a partida, prova ou equivalente.

Parágrafo único (Revogado pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

PENA: suspensão de duas a dez partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código. (NR).

Os atletas da Sociedade Esportiva Guaxupé denunciados e enquadrados são:

  • - Diego Bordignon – Sociedade Esportiva Guaxupé – Artigo 257 –

    Art. 257. Participar de rixa, conflito ou tumulto, durante a partida, prova ou equivalente.

    Parágrafo único (Revogado pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

    PENA: suspensão de duas a dez partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código. (NR).

    • § 1º No caso específico do futebol, a pena mínima será de seis partidas, se praticada por atleta. (AC).
  • - Douglas Henrique Martins – Sociedade Esportiva Guaxupé – Artigo 258 – II

    • Art. Art. 258. Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código. (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009).
      PENA: suspensão de uma a seis partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código. (NR).
      § 1º É facultado ao órgão judicante substituir a pena de suspensão pela de advertência se a infração for de pequena gravidade.

      II - desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões. (AC).
  • - Ronaldo Santos Lara – Técnico – Sociedade E. Guaxupé - Artigo 257
    • PENA: suspensão de duas a dez partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código. (NR).

- Assis Futebol Clube – Artigo 213 – III

Art. 213. Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

III - lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo. (AC).


- Sociedade Esportiva Guaxupé – Artigo 213 – II – Parágrafo 1º

Art. 213. Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

II - invasão do campo ou local da disputa do evento desportivo; (AC).

§ 1º Quando a desordem, invasão ou lançamento de objeto for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo, a entidade de prática poderá ser punida com a perda do mando de campo de uma a dez partidas, provas ou equivalentes, quando participante da competição oficial. (NR).

As defesas podem ser feitas via Fax, Email, Correspondência ou Pessoalmente.


Anote-se Registre-se Cumpra-se

Varginha, 04 de outubro de 2010.


Por falta de Quorum o julgamento desta quinta-feira(07-10) foi suspenso!

27 setembro 2010

Chuva ajudou e brilho da 27ª Corrida Integração foi total.

TEMPO NA CIDADE





O despertador do CÉU anunciou que era hora de pular da cama e que tinha Corrida Integração, isso as cinco e meia da manhã os trovões ecoaram. Era o fim de uma estiagem que ninguém mais aguentava na cidade de Campinas-SP. Assim foi durante todo o percurso da prova que este ano teve também corrida de cinco quilometros.
Os vencedores nas categorias Elite feminino e masculino, respectivamente, Eunice Kirwa e Damião Anselmo de Sousa disseram que o tempo úmido ajudou a melhorar desempenho, o calor excessivo e tempo seco atrapalham.
Com o tempo de pouco menos de meia hora, a Corrida Integração já começava a escrever os nomes dos vencedores em seus anais. Atletas amadores, profissionais e pessoas adeptas de caminhadas curtas fizeram a festa do Esporte.

A prova nos Dez quilometros desta feita pregou uma peça nos temidos Quenianos, pelo menos no masculino, já que no feminino não teve conversa, a vitória foi da queniana Eunice
Kirwa, a melhor colocada brasileira é Tatiele Roberta de Carvalho, com 20 anos, quarto lugar.
No masculino, o alagoano Damião Anselmo de Sousa, 31 anos, ficou no lugar mais alto do pódio.
Alguns corredores Guaxupé participaram da prova e obtiveram os resultados listados ao lado.

==============================================
Copa Sulmineira de Juniores


A Copa Sul Mineira de Futebol Juniores/2010, promovida pela Liga Sulmineira de Futebol teve a sua primeira rodada concluída neste domingo (26-09), com muitos gols em três bons jogos. Em Carmo da Cachoeira a torcida do Assis Futebol Clube viu as redes balançarem por quatro vezes no empate em dois a dois com o Clube Recreativo Campomeiense. Lucas Henrique e Maicon Douglas marcaram para o time da casa, enquanto que Iago Duarte e Jader Santos descontaram para o Campomeiense.

Ainda pela Chave “A”, a Internacional de Carmo da Mata passou pelo TAC de Três Pontas pelo placar de dois a um. Os gols foram marcados por Cleiton Souza e Miller Michel para a Inter e Ricardo Cezário para o TAC.

Já na Chave “B” um jogo isolado, no Carlos Costa Monteiro a equipe da Esportiva de Guaxupé fez dois a um na Esportiva Machadense. Jean Carlos fez os gols do alvi verde Guaxupeano, enquanto que Helder Carvalho deu números finais ao marcador.

Comunicado do Presidente da LIGA SULMINEIRA DE FUTEBOL

No uso de minhas atribuições legais, venho tomar a seguinte decisão:

• Informar que o Departamento Técnico da Liga em reunião realizada nesta segunda feira dia 27/09/10 por unanimidade de seus membros resolveu enviar a Sumula da Partida entre Sociedade Esportiva Guaxupé x Sociedade Esportiva Machadense – realizada dia 26/09/10 valendo pela 1º Rodada da Competição, por tumultos generalizados e invasão do gramado relatado pelo Arbitro Antônio Tarcisio, para a Junta de Justiça Desportiva para analise e tomada de providências.

• Informar que o Departamento Técnico da Liga em reunião realizada nesta segunda feira dia 27/09/10 por unanimidade de seus membros resolveu enviar a Sumula da Partida entre Assis Futebol Clube x Clube Recreativo Campomeiense – realizada dia 26/09/10 valendo pela 1º Rodada da Competição, por arremesso de objetos no gramado relatado pelo Arbitro Tiago Sigiani, para a Junta de Justiça Desportiva para analise e tomada de providências.

• Informar aos Atletas que foram expulsos na 1ª Rodada da Competição que de acordo com o Artigo 5º do Regulamento não poderão participar da próxima partida de sua Equipe e serão julgados pela JJD – Junta de Justiça Desportiva – Quinta Feira dia 07/10/10 ás 20:00 horas na sede da Liga:
- Rafael Alves Vieira – Assis Futebol Clube
- Patrick W.F. Ricardo – Assis Futebol Clube
- Maikon Douglas de Paula Fernandes – Assis Futebol Clube
- Gutierez da Silva Matias – Sociedade Esportiva Machadense
- Felipe Silva Lotério – Sociedade Esportiva Machadense
- Diego Bordignon – Sociedade Esportiva Guaxupé
- Douglas Henrique Martins – Sociedade Esportiva Guaxupé
- Ronaldo dos Santos Lara – Técnico – Sociedade Esportiva Guaxupé
As defesas podem ser feitas via Fax, Email, Correspondência ou Pessoalmente.


Anote-se Registre-se Cumpra-se

Varginha, 27 de junho 2010.

Mauro Alves da Costa
-Presidente-

12 agosto 2010

Copa Sulmineira de Juniores e Meia Maratona Internacional Rio de Janeiro- 2010

TEMPO NA CIDADE

O último Congresso Técnico da Copa Bandeirantes de Futebol Juniores acontece na tarde deste sábado, 14 de agosto, no auditório do SENAI em Varginha(MG). Já a abertura Oficial e Festiva da Competição deverá acontecer no dia 28 de agosto possivelmente na cidade de Itapeva e a bola rola a partir da primeira semana de setembro.

A expectativa é que 12 equipes participem de mais este grande evento esportivo do Interior de Minas.
Equipes Confirmadas até o momento:
Tac - Três Pontas
Campomeiense - Campo do Meio
Sul Mineiro - Itapeva
Cachoeirense - Carmo da Cachoeira
Escolinha da Prefeitura de Alfenas

Equipes que entram em contato:
Esportiva - Guaxupé
Internacional - Carmo da Mata
Guarani - Pouso Alegre
América - Nepomuceno
Botafogo - Campo Belo
VEC - Varginha
Bola Preta - Elói Mendes
Machado
O comunicado é assinado pelo Presidente da Liga Sulmineira de futebol, mais informações no endereço: http://www.ligasulmineiradefutebol.com.br/.

========================================================

E por falar em Esportes, recebi dias destes uma correspondencia de uma das pessoas que pensam que esporte é ficar atrás de uma mesa e na frente de um punhado de "recibos", comunicado este que dava conta dCroqui do Local de Largadae que a Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro-2010 tem como ponto inicial a Praia do PP na Barra. Valei-me
DEUS. Para desfazer qualquer confusão e iluminar um pouco as mentes sórdidas disponibilizei o croqui de Largada para o Percurso divulgado no Site da Yescom, organizadora do evento, senão daqui uns dias irão escrever também que "eles" organizam esses eventos.

.


27 julho 2010

Estatuto do Torcedor de Cara Nova

TEMPO NA CIDADE



A terça-feira, 27 de julho de 2010 é especial para o esporte de forma geral. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que traz medidas mais duras para punir as torcidas promotoras de badernas, agressões e enfim todo tipo de vandalismo e violência em até cinco quilômetros distantes das praças onde se realizam as competições.
Quando o distúrbio for praticado por torcidas organizadas, ou pessoas ligadas às entidades envolvidas na competição, a agremiação responderá pelos danos causados. E os torcedores ou organizadas ficam impedidos de freqüentarem os estádios ou arenas por até três anos.

As apenas vão desde multa, proibição de acompanharem as partidas e até prisão dos promotores de confusão e violência. Os chamados cambistas também foram lembrados pelo legislador e quem vende ingressos de forma ilegal poderá ser preso por até três anos.

Os torcedores impedidos de assistirem aos eventos terão seus nomes divulgados através de listas afixadas nas praças de esportes e estas também serão entregues ao chefe do policiamento responsável pela segurança.

Quem invadir o campo de jogo será processado civil e criminalmente. As provocações para com as torcidas rivais não foi esquecida e poderá render punições pelos Gritos de Guerra e Musicas Ofensiva.

Bandeiras, fogos de artifício, bebidas e simbologia ou mensagens ofensivas estão banidos dos estádios e arenas.
As dimensões das arenas também foram revistas, antes era obrigatória a instalação de equipamento de monitoramento das torcidas em praças de esporte com capacidade mínima para vinte mil lugares, com a nova lei é obrigatório para arenas com no mínimo dez mil lugares.
Árbitros que tentarem interferir ou manipular os resultados dos jogos serão apenados com prisão de dois a três anos.

Isso tudo é o resultado de um acordo entre Ministério do Esporte, Ministério da Justiça, Ministério Público e Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Essa lei faz parte de um conjunto de medidas do Ministério do Esporte, denominado Torcida Legal, iniciado em março de 2009.

Resta saber até onde a FIFA aprova, pois um dos grandes financiadores dos Certames Mundiais promovidos pela entidade são os fabricantes de Cerveja. Outras entidades organizadoras de eventos esportivos se adéquam a legislação do País que é sediado o evento.

25 julho 2010

Copa de Juniores terá mais um congresso técnico.



TEMPO NA CIDADE

O congresso do dia 24 de julho não foi suficiente para dirimir todas as dúvidas e algun dirigentes pediram uma segunda reunião, que ficou agendada para o dia 14 de agosto no SENAI em Varginha, onde serão definidas as equipes participantes, montagem das Chaves e aprovada a Forma de Disputa.

A Abertura Festiva e Oficial será realizada no dia 28 de Agosto, possivelmente na cidade de Itapeva.

Equipes confirmadas até o momento:

Tac - Três Pontas
A.R. Sul Mineiro - Itapeva
Internacional - Carmo da Mata
Escolinha Prefeitura de Alfenas

Botafogo - Campo Belo
América - Nepomuceno

Cachoeirense - Carmo da Cachoeira
Guarani - Pouso Alegre

14 julho 2010

Liga Sulmineira Movimenta categorias de Base

TEMPO NA CIDADE






O Departamento Técnico da Liga Sul Mineira de Futebol Amador divulgou na última segunda feira Convite para o Congresso Técnico da Copa Sul Mineira de Futebol Juniores/2010. O evento acontece no dia 24 de julho ás 11:00 horas no Senai em Varginha.
A Competição é destinada a Atletas nascidos nos anos de 91/92/93 ou seja, 17,18 e 19 anos.

A expectativa da Entidade é que várias equipes da Região participem do evento, que tem seu inicio previsto para a primeira semana de Setembro.

Na edição de 2009 a equipe do Formiga Esporte Clube, da cidade de Formiga foi a Grande Campeã e o vice campeonato ficou com o Comercial Esporte Clube, de Campo Belo.

A participação da Sociedade Esportiva Guaxupé está ameaçada por falta de patrocinio, já Giro Kent F C e E C Mogyana, equipes que tem categorias de base forte, ainda estudam a viabilidade de entrarem na competição. S.R. Planaltinho e Jardim Orminda F C não se manifestaram até agora.
Para Marcos Sayer, do Guaxupé Country Club, esse tipo de competição é um motivador a mais para os meninos. Sayer espera ainda uma resposta da diretoria.

Mais informações no sitio da liga:http://www.ligasulminieiradefutebol.com.br/

06 junho 2010

Conferência Nacional do Esporte edita e publica III CARTA de Brasília

TEMPO NA CIDADE


Os participantes da III Conferência Nacional do Esporte aprovaram neste domingo (6) a Carta de Brasília, que sintetiza as ações e metas do segmento para os próximos dez anos.

Reunidos em Brasília de 3 a 6 de junho, os conferencistas debateram 10 eixos temáticos que regem o esporte brasileiro. Todas as propostas foram discutidas em grupos de trabalho e aprovadas na plenária final, ocorrida no sábado (5) à tarde e na manhã deste domingo.

A Conferência teve etapas municipais, estaduais regionais e livres em todos os estados e no Distrito Federal.

Veja a íntegra da Carta de Brasília:

Por um time chamado Brasil!

Esta III Conferência Nacional do Esporte, a maior já realizada no segmento, expressou a inteligência coletiva e foi o ápice de um processo de consolidação de importantes consensos iniciado em sua primeira edição, em 2004, e mantido na segunda conferência, em 2006. A primeira definiu os fundamentos da Política Nacional do Esporte com foco no desenvolvimento humano; a segunda propôs uma nova estrutura para o Sistema Nacional de Esporte e Lazer e teve como marco a conquista da Lei de Incentivo ao Esporte.

A III Conferência consolida as conquistas anteriores e avança para a efetivação do esporte como direito social, conforme preceitua a Constituição Federal, que também determina que cabe ao Estado oferecê-lo como política pública. Esta Conferência ocorre em um momento especial para o nosso país.
O povo brasileiro já deu inúmeras provas de sua genialidade e criatividade ao superar barreiras na história e ocupar espaços internacionais nas artes, nas ciências, na tecnologia de ponta, nas questões ambientais, na gastronomia, nas comunicações, nas políticas públicas de saúde e de educação, na indústria, sobretudo a de petróleo, petroquímica e de biocombustíveis.
No campo esportivo, a comunidade internacional, sob diversos ângulos, volta seus olhos para o Brasil. Os Jogos Pan-americanos e Parapan-americanos de 2007, os Jogos Mundiais Militares de 2011, a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 são símbolos desse novo olhar do mundo sobre o nosso país.

O momento abre novas oportunidades para o esporte brasileiro. E isso só é viável porque o Brasil passa por um momento raro de distribuição de renda e combate à pobreza; trilha um caminho de crescimento e de estabilidade econômica, de confiança para investimentos, de ampla democracia e incontestável reconhecimento da comunidade internacional.
O esporte faz parte deste cenário promissor, como demonstra a participação inédita de 220 mil brasileiros e brasileiras de 3.112 municípios de todas as unidades da federação para debater o Plano Decenal proposto para esta III Conferência Nacional do Esporte. A comunidade esportiva nacional compreendeu o chamamento à discussão dos desafios para os próximos dez anos.
Aqui reunidos – mulheres e homens de todas as gerações, negros, indígenas, ribeirinhos, quilombolas, trabalhadores, pessoas com deficiências e com mobilidade reduzida, idosos, estudantes, professores de educação física e de outras áreas, atletas, técnicos, dirigentes e gestores esportivos –, todos construindo o Plano Decenal de Esporte e Lazer que será um poderoso instrumento de mobilização da comunidade esportiva e – temos convicção – se converterá em lei no Congresso Nacional para ratificar o anseio da sociedade brasileira.

Aprovamos o Plano Decenal de Esporte e Lazer “10 pontos em 10 anos para projetar o Brasil entre os 10 mais” que ratifica a necessidade de um Sistema Nacional de Esporte e Lazer lastreado em recursos que tornem sustentável um projeto de longo prazo.
Significa também promover a inclusão social e o desenvolvimento humano por meio de programas socioesportivos; institucionalizar o esporte educacional; atingir resultados inéditos nas competições e assim projetar o Brasil no ranking do alto rendimento; incrementar nossa infraestrutura esportiva; modernizar e valorizar o futebol como identidade cultural do Brasil; ampliar o leque de modalidades para diversificar a prática esportiva no país; qualificar a gestão do esporte e do lazer; e aproveitar o potencial econômico-social dos grandes eventos, porque eles contribuem com o projeto de desenvolvimento nacional gerando milhões de empregos, aumentando a renda do trabalhador e propiciando o renascimento de áreas urbanas, a melhoria da qualidade de vida, a oferta de perspectivas à juventude e o fortalecimento do respeito do mundo por nossa pátria.

O Plano Decenal ganha força a partir da valorização do trabalhador da área, especialmente o profissional de educação física, garantindo postos de trabalho; estabelecendo a criação de políticas de formação continuada e permanente, de desenvolvimento científico e tecnológico e de acompanhamento e avaliação dos programas, resultando na profissionalização cada vez maior da política esportiva no país.

Esse conjunto de ações e metas consolida os programas sociais de esporte e lazer do Ministério do Esporte como política de Estado e avança rumo à universalização do acesso ao esporte e ao lazer como direito de todos os cidadãos brasileiros.

O esporte nos ensina que as vitórias são fruto de construções coletivas, de ideias amadurecidas, de planejamento contínuo, de papéis definidos, de metas objetivas, de gestão eficiente, de políticas amplas.

Se os desafios são enormes, maior é a nossa capacidade e espírito de luta. Reunidos no cinquentenário de nossa capital, nós, delegados, delegadas e participantes da III Conferência Nacional do Esporte, somos inspirados pelo sonho da construção de Brasília, forjada em concreto, feita de poesia, sacrifício e trabalho de brasileiros de todas as partes. Com esse exemplo, fortalecemos nossa determinação de construir uma nova década em que o esporte e o lazer sejam vividos pela população como direitos. Queremos todo o povo jogando, torcendo e brilhando, vestido com a camisa desse time chamado Brasil.

Brasília, 6 de junho de 2010
Delegados, delegadas e participantes da III Conferência Nacional do Esporte
====
Para mais informações : http://www.esporte.gov.br/

31 maio 2010

Público Recorde vê e aplaude Campomeiense, campeão da Copa Record

TEMPO NA CIDADE



Com o Estádio Joaquim Vilela em Boa esperança recebendo mais de 2.000 torcedores, a equipe do Clube Recreativo Campomeiense sagrou-se a grande campeã da 9ª Copa Record de Futebol Amador, ao vencer a equipe do Minas Esporte Clube pelo placar de 02 x 01 em uma das maiores festas do futebol amador do interior das Minas Gerais.
Antes de a bola rolar houve a execução do Hino Nacional, flair play das equipes e o pontapé inicial do Prefeito de Boa Esperança Jair Alves de Oliveira. O evento ainda contou com a presença do Presidente da Camara de Boa Esperança Divino Costa, o Vereador e Desportista Tatão, Secretario de Esportes Pedro Coimbra, Assessor de Imprensa e Diretor do Mec Antônio Romeu, Presidente do Mec Antônio Barbosa. De Campo do Meio o Prefeito Vilson Pereira, Secretario de Esportes Mario Sergio e o Presidente do Campomeiense Aureliano Nogueira.

Bola Rolando:

A partida começou em um ritmo muito forte, com as duas equipes partindo em busca do primeiro gol. Mais os dois goleiros estavam muito bem praticando grandes defesas, Deiver pelo lado da equipe da casa e Borba pelo lado do Campomeiense. A equipe da casa se mostrava mais agressiva, pois precisava a qualquer custo da vitória para levar a decisão para a prorrogação, já a equipe do Campomeiense se mostrava muito bem postada em campo partindo sempre nos contra ataques através de Japinha e Careca. A partida caminhava com um 0 x 0 em seu primeiro tempo, mais em uma cobrança de falta da intermediaria, o Atleta Wederson artilheiro da Competição cabeceou para trás e conseguiu enganar o ótimo arqueiro Borba, Mec 01 x 00 para delírio de sua torcida. Primeira Etapa Mec 01 x 00 Campomeiense.C R Campomeiense - Campeão

As duas equipes voltaram com as mesmas formações para a segunda etapa. Mesmo com a vantagem no placar a equipe do Mec partia com tudo em busca do segundo gol, para uma maior tranquilidade e chegou a perder duas chances incríveis de gol, com a baliza de meta sem a presença do goleiro Borba, já batido nos dois lances. A torcida da casa que lotava o Estádio não acreditava nas duas chances perdidas.

Após os dois lances a equipe do Campomeiense ganhou força na partida e foi em busca do gol que lhe daria o tão sonhado titulo de Campeão. E quando tudo parecia que iria para a prorrogação, aos quarenta minutos em uma cobrança de falta, o veloz atacante Japinha antecipou ao Goleiro Deiver e cabeceou para as redes, levando ao delirio a torcida Pantera Negra que compareceu em grande numero ao Estádio e calando a Torcida Verde do Mec.
A equipe do Mec sentiu muito o gol de empate e não conseguia reunir forças para reagir e a ducha mais fria veio aos quarenta e seis minutos e um contra golpe rápido, o excelente meio atacante Bodinho invadiu a grande area e tocou para o destaque da competição Careca balançar as redes de Deiver, Campomeiense 02 x 01, levando a loucura os Panteras Negra.
Mais alguns minutos de recomposição de tempo por parte do excelente Arbitro Antônio Tarcisio que apita “Final de Jogo”.

Campomeiense Grande Campeão da Copa Record. Festa dos Atletas juntos com os seus torcedores, que se deslocaram de Campo do Meio, em pleno Estádio Joaquim Vilela.
Vale ressaltar novamente a grande festa das duas torcidas, principalmente a do Mec que recebeu muito bem a numerosa torcida do Campomeiense, sem nenhum incidente verificado ao longo de toda a partida.

A Grande Final teve a narração na integra da Radio Serra de Boa Esperança e Rádio Montanhes de Campos Gerais.

Cobertura:
Radio Sul Minas.com,
Radio Sentinela FM Três Pontas,
Radio Clube FM Varginha,
Radio Liderança FM Boa Esperança,
Jornal dos Lagos de Alfenas,
Radio Cultura de Alfenas,
Jornal Minas do Sul e Correio Trespontano.
Excelente Arbitragem de Antônio Tarcisio e seus auxiliares Jorge Luis Eurico e Lazaro de Carvalho.

Para todos os presentes no Estádio Joaquim Vilela esta foi sem duvida uma das maiores festas realizada pela Liga Sul Mineira de Futebol em uma final de competição, evento que teve a parceria da Diretoria do Minas Esporte Clube.

Ficha Técnica:

Minas Esporte Clube 01 x 02 Clube Recreativo Campomeiense
Arbitro- Antônio Tarcisio
Auxiliar 01 - Jorge Luis Eurico
Auxiliar 02 - Lazaro de Carvalho
Reserva - Edivaldo Batista
Representantes - Naira Alves da Costa
Delegado - José Abel Bernades Bueno
Renda: R$ 10.230,00
Publico Pagante: 2.046
Publico Presente: 2.400
Gols - Wederson - Mec
- Japinha e Careca - Campomeiense
Cartões Amarelos:
- Titinho, Patrick, Jean Carllo e Andinho - Mec
- Careca, Guilherme e Toninho- Campomeiense
MEC - Deiver, Patrick, Titinho, Pinduca e Jean Carlo, Johnny,
Gleitinho e Marco Aurélio, Serginho, Andinho e Wederson - Técnico -
Davi
CAMPOMEIENSE - Borba, Luizinho,Guilherme, Lucas e Deninho, Toninho,
Bodinho e Deley, Japinha, Careca e Fernando(Cuecão) - Técnico -
Marquinho Miareli
CAMPEÃO - Clube Recreativo Campomeiense
VICE CAMPEÃO - Minas Esporte Clube
DISCIPLINA - Três Pontas Atlético Clube
ARTILHEIRO - Wederson Luis - Minas Esporte Clube
GOLEIRO MENOS VAZADO - Felipe Borba - Clube Recreativo Campomeiense
DESTAQUE - Careca - Clube Recreativo Campomeiense
DIRETOR - Antônio Romeu - Minas Esporte Clube
ARBITRO - Antônio Tarcisio
TÉCNICO - Davi - Minas Esporte Clube

Fonte: Liga Sulmineira de Futebol

30 maio 2010

Numeros da Copa Record

TEMPO NA CIDADE


O departamento técnico da Liga Sulmineira de Futebol divulgou os números da Copa Record até dia 27 de Maio.
Para quem gosta de números esses da 9ª Copa Record são interessantes e mostram uma evolução do futebol amador do sul e sudoeste de Minas.

Vejam os dados divulgados:

Partidas realizadas: 49
Gols Assinalados: 147
Média de gol por partida: 3,00
Cartões Amarelos: 252
Cartões Vermelhos: 39
Ataque mais positivo: Sociedade Esportiva Guaxupé - 26 gols
Defesa menos vazada: Três Pontas Atlético Clube – 07 gols
Artilheiros:
Wederson Luiz – Minas Esporte Clube – 08 Gols
Rodrigo Lima – Clube Recreativo Campomeiense – 07 gols

Goleiros menos vazados:
Felipe Borba – Clube Recreativo Campomeiense – 12 gols – Média de 1,9

Deiver Wagner – Minas Esporte Clube – 13 Gols – Média de 1,18
A partida final acontece neste domingo ( 30-05-2010) em Boa Esperança, quando a equipe verde e branco do Minas Esporte precisa vence no tempo normal sem tomar gols e empatar a prorrogação para ficar com o caneco, para o C. R. Campomeiense a tarefa é um pouco mais fácil, precisa de um empate no tempo normal para se sagrar campeão pela primeira vez da Copa Record de Futebol Amador.

16 maio 2010

ESPORTIVA perdeu a invencibilidade e deu ADEUS a competição

TEMPO NA CIDADE





As semifinais da 9ª Copa Record de Futebol amador não foram boas para as equipes que anfitrionaram os adversários. As “surpresas” começaram logo pela manhã, na partida realizada em Três Pontas a equipe do TAC foi surpreendida pelo Minas Esporte Clube que venceu por três a zero.

Como a equipe da Esportiva não soube ouvir o recado do destino, também sucumbiu frente ao bem montado time do C. Recreativo Campomeiense, que teve paciência e soube usar os erros do adversário para seguir em frente na competição.
A partida começou com uma Esportiva torta no meio de campo e isso deu espaços necessários e preciosos para que o carijó de Campo do Meio gostasse do jogo e logo no início da partida o time comandado pelo goleiro reserva Marcos Miarelli chegou perigosamente e Bujato disse a que veio.
O time da Esportiva tentava jogadas de velocidade ora pelo lado esquerdo da defesa do Campomeiense ora pelo lado direito, mais sem sucesso. Faltava a calma para a finalização certa e com pontaria aprimorada.

Num lance de descuido da defensiva alvi verde, Careca não cochilou e mandou para as redes de Bujato, abrindo o marcador para a equipe do C. Recreativo Campomeiense, aos 8 minutos do tempo inicial.

O placar adverso fez com que a Esportiva procurasse jogar mais a frente, esse posicionamento deu ainda mais espaços para o Clube Recreativo Campomeiense que passou a usar os contra golpes com Japinha e Careca.

Antonio Itabirito soltou de vez o ala Baiano. O camisa dois alvi verde tinha grande liberdade para jogar nas costas de Deninho, até que aos vinte e quaro minutos a bola lançada da esquerda defensiva por Buiu cruzou toda a grande área e Baiano dominou com categoria, arrancou para a pequena área, ante a saída de Felipe Borba, o camisa dois bateu forte e fez o gol de empate para a Esportiva.Torcida e Autoridades


Daí em diante as duas equipes passaram a cozinhar o galo dado ao forte calor e a expectativa para a realização de prorrogação. A partida se arrastou mais depois que Marcos Miarelli trocou Marquinhos por Renato, passou Deninho para o meio de campo e fechou a avenida que tanto Baiano gostava de passear.

No segundo tempo o jogo que já não tinha uma qualidade técnica boa perdeu em qualidade e também a arbitragem passou a fazer vistas grossas para faltas tanto de um lado quanto do outro, ou seja, não vou me comprometer.
A bem verdade é que as duas torcidas pediram penalidades em lances distintos, porém não vi os lances assim e entendo que o árbitro acertou, pecou bastante porém ao correr de costas para os assistentes.
O jogo ruim, a torcida das duas equipes nervosas e o gol não saía, até que aos quarenta e um minutos, o comandante de ataque Careca usou a cabeça para desviar a bola para longe do alcance de Bujato, porém com o endereço das redes. Dois a um no marcador, a equipe da Esportiva caiu no desespero alçando bolas na área eClube Recreativo Campomeiense- Na final facilitando as coisas para a defensiva carijó.

O gol da igualdade não veio e a Esportiva conheceu a sua primeira derrota na 9ª Copa Record de Futebol Amador e deu ADEUS a competição.

S. Esportiva Guaxupé
Bujato, Baiano, Leandro, Cunha e Buiu, Ilsinho, Charlinho (Silvinho), Índio e Giovaninho, Rayatti (Eusébio) e Pena.
Técnico- Antonio Carlos “Itabirito” Miguel

C. Recreativo Campomeiense
Borba, Luisinho, Guilherme, Lucas e Deninho, Toninho, Fernando, Derley e Marquinhos (Renato), Japinha e Careca.
Técnico – Marcos Miarelli
Gols- Careca (2) – C. Recreativo Campomeiense e Baiano – S. Esportiva Guaxupé
Renda e Público não foi fornecido.

Opinião:
DERROTAS SERVEM PARA NOS MOSTRAR QUE NINGUÉM É IMBATÍVEL E QUE QUANDO ACONTECE É POR QUE O ADVERSÁRIO VIU FALHAS QUE NOSSO ÉGO NÃO NOS PERMITIU VER.

SE CONDENAMOS INVASÃO DE CAMPO E ARREMESSO DE OBJETOS PARA O INTERIOR DO GRAMADO EM OUTRAS PRAÇAS, NÃO PODEMOS DE FORMA ALGUMA FAZER VISTAS GROSSAS PARA O QUE ACONTECEU NO CARLOS COSTA QUANDO DA MARCAÇÃO E POSTERIOR COMEMORAÇÃO DO GOL POR PARTE DO JOGADOR CARECA, DA EQUIPE DO C. RECREATIVO CAMPOMEIENSE.

NÃO É POSSÍVEL QUE SE PERMITA A VENDA DE BEBIDAS COM O VASILHAME, NO CASO LATA, E O PESSOAL DA IMPRENSA FALADA NÃO TEM NADA QUE TENTAR ESCONDER ESSE FATO LAMENTÁVEL.

Saí o primeiro finalista da Copa Record-2010

TEMPO NA CIDADE

Fonte:Presidencia da Liga Sulmineira de futebol


Jogando no Estádio Italo Tomagnini, em Três Pontas, a equipe do MEC de Boa Esperança não se impressionou com o grande número de torcedores que compareceram para apoiar o TAC e deu uma aula de futebol.

O time da Serra de Boa Esperança impôs um ritmo forte e desde o início deu mostras de que a casa do adversário não seria um empecilho para a equipe chegar às finais.

O time do TAC se assustou e isso facilitou as coisas para o MEC que soube usar do contra golpe e velocidade nas jogadas para se impor e ganhar o direito de disputar a final com o vencedor do jogo de logo mais no Carlos Costa, em Guaxupé, onde Esportiva de Guaxupé e Campomeiense medem forças.MEC - Boa Esperança- Finalista


O fator campo não prevaleceu e o MEC venceu pelo placar de três a zero, dando um recado para os Tigres de Minas que assim como o TAC tem a "obrigação" de ganhar a partida, pois joga em casa. Essa necessidade e a cobrança da torcida podem se tornar um adversário implacável para a equipe que necessita da vitória, o visitante se for uma equipe experiente, fará dos contra golpes o seu maior trunfo.

15 maio 2010

Neste domingo saem os finalistas da 9ª Copa Record

TEMPO NA CIDADE


A 9ª Copa Record de Futebol Amador, competição que este ano contou com a participação de 12 equipes do Sul, Sudoeste e Centroeste de Minas estará conhecendo no próximo domingo, dia 16 de maio, os seus finalistas. A edição deste está sendo considerada pelas equipes participantes e por toda imprensa a mais disputada de todas, devido ao elevado nível técnico.

Quatro equipes lutam pelas vagas na grande final que acontecerá nos dias 23 e 30 de maio:Mauro Costa - Presidente da LIGA

Tac de Três Pontas - atual Bi Campeão da Competição - 2008 e 2009 - e luta pelo Tri. Possui a seu favor um ótimo conjunto, pois a equipe é praticamente a mesma que venceu as duas últimas edições do certame e além do mais manteve no comando o excelente técnico Ricardo Lugão.

MEC de Boa Esperança - Já foi Campeão Sul Mineiro em 1993, mais é a primeira vez que participa da Copa Record. Está voltando ao cenário futebolístico Sul Mineiro este ano, conta apenas com Atletas da Cidade, com média de idade de 23 Anos. No comando está o Técnico David, que no passado vestiu a camisa profissional da equipe por vários anos.

Esportiva de Guaxupé - Venceu a Copa Alterosa em 1994, enfrentando o Independente de Perdões, em partida apitada por Marcio Rezende de Freitas, antes de atuar na Copa do Mundo de 1994, quando o Brasil foi Tetra. É a primeira participação do alvi verde guaxupeano na Copa Record, a equipe que se prepara para o Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, montou um elenco mesclado com juventude e experiência, no comando o experiente técnico Itabirito, que já participou de vários Campeonatos Sul Mineiros.

Campomeiense de Campo do Meio - Vice Campeão duas vezes da Copa Record - 2007 e 2009, perdendo o titulo dentro da cidade de Campo do Meio. Este ano montou uma equipe mais forte, para conseguir o tão sonhado titulo para a sua fanática torcida.
A equipe possui a melhor média de público da competição. Nesta reta final está sendo comandada pelo técnico Marquinhos, que também é um dos goleiros da equipe.

Vale ressaltar que as quatro equipes recebem total apoio da Prefeitura Municipal de suas respectivas cidades, como Transporte, Pagamentos de Taxas de Inscrição, Arbitragens, etc.


O Departamento de Árbitros da Liga Sul Mineira de Futebol e a AVA – Associação Varginhense de Arbitragem se reuniram na noite desta Quinta feira para escalarem a Arbitragem da 2ª Rodada da Semifinal da 9ª Copa Record de Futebol Amador. Foram escolhidos os Árbitros, Auxiliares e Representantes que se destacaram na 1ª Fase e não tiveram nenhum tipo de problema com as equipes envolvidas .

DOMINGO– 16/05/10 –

ÁS 09:30 HORAS –
Em Três Pontas – Estádio Italo Tomagini
Três Pontas Atlético Clube x Minas Esporte Clube
Arbitro – Antônio Tarcisio
Auxiliar 01 – Jorge Luis Eurico
Auxiliar 02 – Lazaro de Carvalho
Reserva – Edivaldo Batista
Delegado – Jaci Donizete de Souza
Representante – Naira Alves da Costa

ÁS 14:00 HORAS -
Em Guaxupé – Estádio Carlos Costa Monteiro -
Sociedade Esportiva Guaxupé x Clube Recreativo Campomeiense
Arbitro – Rodelci Francisco de Souza
Auxiliar 01 – Paulo Sérgio Silva
Auxiliar 02 – Jeberson de Souza
Reserva – Tiago Alexandre de Oliveira
Delegado – José Abel Bernades Bueno
Representante – Brás do Espirito Santo e Silva

Departamento de Árbitros da Liga Sul Mineira de Futebol e AVA – Associação Varginhense de Arbitragem.

CORAÇÃO BATENDO MAIS FORTE HAJA EMOÇÃO!
Texto:Mauro Alves da Costa - Presidente da Liga Sulmineira de Futebol.

02 maio 2010

Copa Record: Esportiva Guaxupé, invicta, faz 4 gols e vai a Semi Final

TEMPO NA CIDADE



A Sociedade Esportiva Guaxupé conseguiu na tarde deste dois de maio a sua classificação para a fase semifinal da 9ª Copa Record de Futebol Amador.

Jogando um futebol desta feita convincente até aos 35 do tempo final a equipe comandada pelo técnico Itabirito abriu o marcador com o atacante Pena, depois de um cruzamento da direita, logo depois foi à vez do melhor homem em campo, Baiano, invadir a grande área e PitBul tentou parar o ala alvi verde, fez a alavanca cometendo penalidade que Edivaldo Batista assistente dois e Antonio Tarcisio, árbitro do jogo, marcaram com convicção, reclamações a parte, Wilson cobrou no canto direito de Aluisio, dois a zero no marcador.

A presença de Wilson na frente da zaga deu mais consistência para a peça de meio de campo da Esportiva, isso fez com que o time dominasse o setor de armação e pensante das jogadas.Personalidades

Mesmo apertando bastante a equipe da Esportiva não conseguia ampliar o marcador, até que Ronan, que veio para o jogo aos 27 minutos da etapa inicial resolveu que o Baiano só seria parado com o uso da violência, o camisa alvi rubro fez uma falta desleal e Antonio Tarcisio mostrou-lhe o cartão vermelho. Com um homem a mais a Esportiva achou mais espaços para jogar. Mesmo com um melhor posicionamento do meio de campo alvi verde a equipe do América acertou o travessão e ainda fez um gol, com Canário em posição de fora de jogo na etapa inicial.

Para a segunda etapa Itabirito mexeu na equipe tentando dar mais velocidade no ataque, índio entrou e como um predestinado estava no lugar certo e na hora certa para fazer o terceiro gol do alvi verde. Com três a zero o time vermelho se lançou ao ataque tentando diminuir e as peças de meio de campo e defensiva alvi verde deram uma mãozinha, por pouco o América não diminuiu com Raimundinho, que chutou de longe.Esportiva - America


No momento seguinte Baiano, escapou mais uma vez pelo lado esquerdo da defesa colorada e foi derrubado no interior da grande área, mais uma penalidade que o próprio ala cobrou para fazer o quarto gol alvi verde.

Nos momentos finais a Esportiva deu um cochilo legal e Canário aproveitou a soneira das duas peças, Meio de Campo e miolo de zaga para fazer dois gols em seis minutos.

Mais por sorte da Esportiva o tempo estava acabando, as câimbras aparecendo e Antonio Tarcisio deu por encerrada a partida.



Demais Resultados e as partidas das semifinais

Em Boa Esperança – Estádio Joaquim Vilela –

Minas Esporte Clube 01 x 00 Guarani Esporte Clube/Pouso Alegre

Gol – Ederson Luis .
Classificado – Minas Esporte Clube

Em Três Pontas – Estádio Ítalo Tomaginini

Três Pontas Atlético Clube 04 x 00 Cruzeiro do Sul Esporte Clube/Campos Gerais
Gols- César Vitor, Deived de Paula(2) e Rômulo
Classificado – Três Pontas Atlético Clube

Em Guaxupé – Estádio Carlos Costa Monteiro

Sociedade Esportiva Guaxupé 04 x 02 América Futebol Clube/Nepomuceno

Gols – Anderson Fonseca, Gilcimar Conceição, José Nilton e Wilson Reis – Esportiva Guaxupé
- Edinaldo Assis e Evandro Silva – América
Classificado – Sociedade Esportiva Guaxupé

Em Ijaci – Estadio Municipal

Milionários Esporte Clube/Ijaci 02 x 00 Clube Recreativo Campomeiense

Gols – Wilbert de Almeida (2).
Prorrogação: Campomeiense 02 x 00 Milionarios
Classificado – Clube Recreativo Campomeiense

Fase Semifinal:

1º Rodada – Jogos de Ida – 09/05/10 – Domingo - ás 15:00 Horas

Minas Esporte Clube x Três Pontas Atlético Clube

Clube Recreativo Campomeiense x Sociedade Esportiva Guaxupé

2º Rodada – Jogos de Volta –16/05/10 – Domingo – ás 14:00 Horas –

Três Pontas Atlético Clube x Minas Esporte Clube

Sociedade Esportiva Guaxupé x Clube Recreativo Campomeiense
=======================================================
Maratona Internacional de São Paulo

Mais uma vez Guaxupé esteve representada na Maratona Internacional de São Paulo, em sua 19ª Edição. Desde o ano de 2008 a largada da prova acontece na Avenida Jornalista ROberto Marinho, antiga aguas espraiadas, antes da Ponte Estaiada.
Os resultados dos Guaxupeanos que participaram nos três percursos, 10 Km, 25 Km e 42,197Km, foram divulgados no site do organizador do evento - www.yescom.com.br - e também estão aqui:
Resultado dos Guaxupeanos na Maratona Internacional de São Pulo

25 abril 2010

Esportiva Guaxupé empata em 3 a 3 e continua invicta na 9 Copa Record

TEMPO NA CIDADE


Resultados da rodada de ida da 9 Copa Record -Em Nepomuceno – Estádio Dr. Getulio Lima –
América Futebol Clube 03 x 03 Sociedade Esportiva Guaxupé
Gols – Davi da Silva e Evandro da Silva(2) – América
Da Esquerda para Direita Ruan Sarará e Douglas

- Ruan André, Douglas Henrique e Wilson Reis – Esportiva Guaxupé

Em São Gonçalo do Sapucaí – Praça de Esportes Dr. Julio Meireles
Guarani Esporte Clube 00 x 01 Minas Esporte Clube/Boa Esperança

Gol – Bruno Luis.
Em Campos Gerais – Estádio do CEC –
Cruzeiro do Sul Esporte Clube 01 x 02 Três Pontas Atlético Clube

Gols – Douglas Neves – Cruzeiro do Sul
- César Vitor e Luis Almeida - Tac
Em Campo do Meio – Estádio Antônio José de Moraes –

Clube Recreativo Campomeiense 03 x 00 Milionários Esporte Clube/Ijaci
Gols – Lucas Avelino, Evander Junior e Lucas Domingues .

Fonte:
www.ligasulmineiradefutebol.com.br

18 abril 2010

Esportiva vence de goleada, porém não convence.

TEMPO NA CIDADE



Na tarde deste domingo, a equipe alvi verde da Sociedade Esportiva Guaxupé e comandada pelo técnico Itabirito bateu a Associação Esportiva Paraguaçu, pelo placar de 8 a 2.

No tempo inicial a equipe Guaxupeana tentou, mandou na partida, teve a posse da bola por cerca de sessenta e oito por cento do tempo de jogo, porém não souber transformar a superioridade em gols.

A bola só achou as redes de Cleiton aos 15 minutos, depois de uma cobrança de falta perfeita. Cobrança essa executada por Ruan 'Sarará'. Foi só isso. Por tocar o árbitro do peito com a mão direita e de forma agressiva, Alan Flávio recebeu o cartão vermelho, depois que Everson fez falta dura em Silvinho e recebeu o amarelo.

No tempo final as coisas se encaminhavam para a mesmice, no entanto a peça defensiva cochilou e Evaldo recebeu pelo lado direito da defesa alvi verde e na saída de Bujato mandou para as redes, empatando a partida.

A Esportiva Guaxupé deu sinais de que tinha cordado no jogo, numa jogada rápida, Dodô, foi derrubado no interior da grande área, falta que o assistente Edivaldo Batista assinalou e José Luiz Pedrosa, árbitro da partida, confirmou. Giovaninho não deu chances para Cleiton, gol.Artilheiros no domingo, em Guaxupé

Charlinho que havia feito falta desnecessária, para parar o jogo na etapa inicial repetiu o ato e recebeu o segundo cartão amarelo o que de acordo com a lei é sinomino de exclusão do jogo.

As duas equipes com dez homens os espaços aumentaram e a Esportiva Guaxupé foi aos poucos encontrando o caminho do gol, porém sem mostrar um futebol convincente.

Dodô marcou três vezes, Giovaninho fez mais um, assim como Roy e Eusébio visitaram as redes. Everson de pênalti descontou para a Associação Esportiva Paraguaçu.

Os resultados foram:

CHAVE A/B –

Em Boa Esperança – Estádio Joaquim Vilela -
MEC – Minas Esporte Clube 02 x 00 União Atlética Areadense/Areado
Gols – Célio Mendes e Ederson Inácio.

Em Campos Gerais – Estádio do Cec -
Cruzeiro do Sul Esporte Clube 00 x 01 Clube Recreativo Campomeiense/Campo do Meio

Gol – Marcos Tadeu

Em Guaxupé – Estádio Carlos Costa Monteiro -
Sociedade Esportiva Guaxupé/Prefeitura 08 x 02 Associação Esportiva de Paraguaçu

Gols – Douglas Henrique(3), Giovane Aparecido(2), Ruan Andrade, Euzébio Alves e Rogério de Almeida – Esportiva Guaxupé.
- Evaldo Silva e Éderson da Silva – Esportiva Paraguaçu

CHAVE C/D -

Três Pontas Atlético Clube 00 x 00 Fabril Esporte Clube/Lavras
América Futebol Clube / Nepomuceno 01 x 02 Milionários Esporte Clube/Ijaci
Gol s- Ailton Alves – América
- Claudinei das Graças e Hilbert de Almeida – Milionários


Guarani Esporte Clube 00x 01 Independente Esporte Clube
Obs. A partida foi realizada o seu primeiro tempo. Para o segundo tempo o Arbitro da partida aguardou por 30 minutos a presença do Policiamento, sendo que o mesmo não compareceu, o Arbitro deu a partida por encerrada. De acordo com o Artigo 2º do Regulamento a equipe do Guarani Esporte Clube mandante da partida perde os pontos para a equipe do Independente Esporte Clube , sendo o placar de 01 x 00 a favor da equipe do Independente.

Classificação:


Chave A/B :


1º - Sociedade Esportiva Guaxupé – 14 Pontos Ganhos
2º - Minas Esporte Clube – 12 - Pontos Ganhos
3º - Clube Recreativo Campomeiense – 11
4º - Cruzeiro do Sul Esporte Clube – 08
5º - União Atlética Areadense – 04 Pontos Ganhos
6º - Associação Esportiva de Paraguaçu – 01 Ponto Ganho

Chave C/D :


1º - Três Pontas Atlético Clube – 13 Pontos Ganhos
2º - Milionários Esporte Clube – 10 Pontos Ganhos – 02 Gols de Saldo – 07 Gols Pró –
( Confronto Direto - Milionários 01 x 00 Guarani)
3º - Guarani Futebol Clube – 10 Pontos Ganhos – 02 Gols de Saldo – 07 Gols Pró –
4º - América Futebol Clube – 07 Pontos Ganhos - 01 Gol de Saldo
5º - Independente Esporte Clube – 07 Pontos Ganhos - (-06 Gols de Saldo)
6º - Fabril Esporte Clube – 04 Pontos Ganhos

Com esses resultados o mata-mata das QUARTAS DE FINAL ficaram assim:

1º RODADA – JOGOS DE IDA:


DOMINGO – 25/04/10 – ás 15:00 HORAS

Em Nepomuceno – América Futebol Clube x Sociedade Esportiva Guaxupé

Em Pouso Alegre – Guarani Esporte Clube x Minas Esporte Clube

Em Campos Gerais – Cruzeiro do Sul Esporte Clube x Três Pontas Atlético Clube

Em Campo do Meio – Clube Recreativo Campomeiense x Milionários Esporte Clube




2º RODADA – JOGOS DE VOLTA:

DOMINGO – 02/05/10 – ás 14:00 HORAS –

Em Guaxupé – Sociedade Esportiva Guaxupé x América Futebol Clube

Em Boa Esperança – Minas Esporte Clube x Guarani Esporte Clube

Em Três Pontas – Três Pontas Atlético Clube x Cruzeiro do Sul Esporte Clube

Em Ijaci – Milionários Esporte Clube x Clube Recreativo Campomeiense

11 abril 2010

Empate em Campo do Meio classificou a Esportiva de Guaxupé

TEMPO NA CIDADE


Em uma partida em que a violência, truculência, a intimidação e a omissão foram os grandes protagonistas, a Sociedade Esportiva Guaxupé empatou em um a um depois de estar vencendo o jogo, com a equipe do Clube Recreativo Campomeiense.

Baiano abriu o marcador aos quatorze minutos do tempo inicial, depois de uma ótima jogada pelo meio da defensiva da Pantera Negra. A esportiva mandou no jogo até aos vinte minutos quando houve o primeiro problema de invasão de campo por parte de alguns diretores da equipe do Campomeiense, depois de uma jogada mais dura entre Deninho e Rodrigo.

Após esse incidente o jogo se arrastou até o final da etapa inicial, no segundo tempo, quando todas a torcida esperava que a equipe da casa fosse mais aguerrida a Esportiva se fechou e o descontrole emocional passou a ser o marcador mais implacável da equipe alvi negra. Quando a marcação dava um folga, era a vez de Bujato frustrar os atacantes da Pantera Negra.

Assim a partida caminhou até aos 34 minutos, quando Derley aproveitou bem o cochilo da zaga verde e empurrou a bola para as redes de Bujato para empatar a partida.

Eles marcaram no jogo deste domingo em Campo do Meio-Baiano e Derley
Na sequencia, Jean que entrará na partida com a finalidade de virar o jogo, fez outra coisa, agrediu ao jogado Rayat, que tinha o objetivo de puxar contra os golpes, resultado, troca de safanões, mais uma vez a torcida resolveu que a participação de alguns não se restringia ao cimento das arquibancadas e pularam o alto alambrado invadindo o campo de jogo.Os dois jjogadores foram expulsos da partida.

Sociedade Esportiva Guaxupe-Classificada para proxima fase
Depois de muita conversa os três policiais que davam apoio á arbitragem precisaram usar gás de pimenta para acalmar os ânimos e o jogo acabou empatado. O Arbitro – Aguinaras Amadeu também expulsou Everton Buiu da Esportiva por reclamações.

Alguns diretores do C. R. Campomeiense usaram de ameaças para intimidar o pessoal da imprensa Guaxupeana, para não narrarem e nem fotografarem os acontecimentos. C.R.Campomeiense
Resta saber o que o árbitro irá relatar assim como também qual será a versão apresentada pelo representante, que viu pedras sendo atiradas para o interior do campo de jogo, acertando pessoas da imprensa Guaxupeana .

Domingo tem mais jogos pela 9ª Copa Record e esperamos que esses fatos não mais se repitam. A Esportiva recebe a Associação Esportiva de Paraguaçu, às três da tarde no Carlos Costa. CLASSIFICAÇÃO:

CHAVE A/B:
1º - Esportiva Guaxupé – 11 Pontos – Classificado
2º - Mec – 09 Pontos – Classificado
3º - Cruzeiro do Sul – 08 Pontos – Classificado
4º - Campomeiense – 08 Pontos – Classificado

5º - Areadense – 04 Pontos
5º - Esportiva Paraguaçu – 01 Ponto

CHAVE C/D
1º - Tac – 12 Pontos – Classificado
2º - América – 07 Pontos
3º - Guarani – 07 Pontos
4º - Milionários – 07 Pontos
5º - Independente – 04 Pontos
6º - Fabril – 03 Pontos

04 abril 2010

Esportiva mais uma vez de virada vence!

TEMPO NA CIDADE


Jogando em casa, a Sociedade Esportiva Guaxupé saiu perdendo o jogo com um belo gol de Júlio Cesar, aos vinte e cinco minutos do tempo inicial. A adversidade numérica no placar fez com que o time comandado por Antonio Carlos Miguel, o Itabirito, fosse mais a frente e abandonasse momentaneamente a ligação direta.

O recuo da União Areadense por conta do forte calor e a vantagem no placas trouxe mais espaços no meio de campo que foram aproveitados, aos trinta e cinco minutos Giovaninho achou Dodô livImagens do jogore de marcação pelo lado esquerdo do ataque, o comandante de ataque fez uma ótima jogada individual no interior da grande driblando a Carlinhos, ante a saída de Ailton o avante foi solidário e tocou para o interior da pequena área, Pena, isolado usou o pé esquerdo para fazer o gol de empate.


A etapa primeira ficou no empate, no intervalo, o ala Baiano sentiu mal e foi levado ao hospital para um atendimento mais aprimorado, já que o Dr. Jorge fez os procedimentos iniciais e recomendou a remoção.


Bola rolando, na etapa complementar as coisas mudaram um pouco, as duas equipes estavam melhor distribuídas em campo e isso propiciou um futebol de melhor qualidade.

Quem se deu bem foi a Esportiva que depois de duas bolas chutadas de longe beijarem o travessão e o poste direito de Ailton, Dodô recebeu de Vesguinho num contra golpe rápido e da entrada da grande área, depois de olhar a colocação de Ailton manJulio Cesar- Pena e Dodô - Marcadores de Golsdou um tijolo que furou a rede e marcou a virada da Esportiva.

A União Areadense ainda tentou mais a bola também resolveu tocar o poste direito de Bujato e caprichosamente ganhar a linha de fundo.

Uma ótima arbitragem, comandada por Rodelci de Souza, com os assistentes Jeberson Moura e Paulo Sérgio Silva, o representante foi Brás do Espírito Santo, com as duas equipes facilitando e muito o trabalho dos homens de preto.

A vitória deste domingo matematicamente colocou a Esportiva na próxima fase da competição e agora a diretoria deve se movimentar para buscar reforços.

Ficha Técnica:

Sociedade Esportiva Guaxupé-Prefeitura

Bujato, Baiano, Leandrão, Douglas BH e Buiu, Charlinho (Vesguinho), Dil (Rodrigo), Farinha e Giovaninho (Everton), Pena(Eusébio) e Dodô(Rayati). Técnico: Antonio Carlos Miguel "Itabirito"

Gol's Pena aos 35 do 1º Tempo – Dodô aos 26 da etapa final

Cartão Amarelo – Farinha e Buiu;

União Atlética Areadense

Ailton, Leandro, Carlinhos, Ronaldinho e Coelho, Rildo (Caio), Matheus, Emerson e Mamão(Rodrigo),Pedro(Paulo Alencar), Julio Cesar (Renato). Técnico: Edmir Bernardo

Gol: Julio Cesar aos 25 minutos do tempo inicial;

Cartão Amarelo: Ronaldinho, Coelho

Renda e Público: Não divulgado.

Outros resultados:

Em Três Pontas – Estádio Ítalo Tomaginini-
Três Pontas Atlético Clube 01 x 00 Milionários Esporte Clube/Ijaci

Gol – Reginaldo Ferreira.

Em Nepomuceno – Estádio Dr. Getulio Lima -
América Futebol Clube / Nepomuceno 05 x 00 Independente Esporte Clube/Perdões
- Gols – Marcio José ( 3) , Jean Rosa e Evandro da Silva

Próxima rodada:


A classificação está assim:


02 abril 2010

Fora de casa, Esportiva vence de virada!

TEMPO NA CIDADE


Eita, quase inicio de outra rodada e só agora o Notebook foi recuperado, ehehehe, coisas de vírus!

Problemas lá no passado, a verdade é que a Esportiva teve problemas até aos trinta e três e minutos do tempo inicial no jogo em Areado, frente a equipe da União Atlética Areadense.

A surpresa desagradável começou com dois minutos de jogo, Mamão fez excelente jogada pelo lado esquerdo da defensiva alvi verde e de frente para a meta defendida pelo goleiro Bujato soltou um verdadeiro tijolo quente de pé esquerdo. O goleiro alviverde pegou o vôo errado e não deteve a bola que balançou a redes para delírio da torcida da Pantera Azul. Um golaço.

A vantagem da equipe da União trouxe como sempre o desespero para a peça de meio de campo e defensiva alviverde. Os lançamentos de 60 e cinquenta metros passaram a ser o meio encontrado para a equipe se livrar do aperto. Essa atitude facilitava as coisas para o time da Pantera Azul, que criava e corria muito, porém sem ter calma suficiente para definir o último lance. Um calor de matar fez com que as pernas não mais acompanhassem o raciocínio, provocando buracos no miolo de zaga azul.

Até que num contra golpe em que a equipe verde e branco trocou passes, coisa rara, e Diu achou o espaço que precisava, recebeu dominou e girou de frente para a entrada da grande área, de pé direito colocou no canto esquerdo alto de Ailton, que nada pode fazer.Outro bonito gol.

A igualdade no marcador mexeu ainda mais com o emocional da torcida e com os nervos da equipe da União, que não sabia converter em gols o domínio que vinha exercendo na partida. Como de sempre os lançamentos de longa distância eram a maneira encontrada pela equipe Guaxupeana para se livrar do perigo que rondava a sua defensiva, a bola acabou sendo lançada para o atacante Dodô, que driblou o goleiro Ailton, que saiu afoito da meta, passou por Carlinhos e com o gol vazio cutucou para as redes decretando a virada alviverde, um minuto depois do gol de empate. Um gol para fazer o torcedor deixar as arquibancadas e pagar novo ingresso, gol de placa.

Com a virada a torcida da Pantera Azul achou um culpado, o técnico Wagner Cesário foi alvo da ira e protestos por parte da galera das arquibancadas. Assim veio o intervalo para aliviar os nervos e o calor.

No segundo tempo as coisas pouco mudaram, com a entrada de Pedro, André e Julio César, nos lugares de Rodrigo, Derson e Paulo Alencar respectivamente, só ganharam em velocidade, as inalizações acharam Bujato pela frente, que desta feita mostrou que conhece da posição fazendo quatro defesas incríveis.

O zagueiro Dimas da União Atlética recebeu o cartão vermelho por reclamações e mesmo com dez homens em campo a Pantera Azul segurou a Esportiva, que não teve como furar a defensiva celeste no tempo final.Treino da Esportiva ??

Neste domingo as equipes medem forças novamente, só que desta feita em Guaxupé, no gramado do Carlos Costa Monteiro, às três da tarde. A Esportiva ainda continua no dilema de treinar jogando.


Arbitragem para este domingo:

Estádio Carlos Costa Monteiro – Às 15:00hs
Sociedade Esportiva Guaxupé-Prefeitura x União Atlética Areadense_Areado
Arbitro – Rodelci Francisco de Souza
Auxiliar 01 – Ivanildo Gimenes
Auxiliar 02 – Paulo Sérgio Silva

Representante – Naira Alves da Costa

A classificação está disponivel no endereço:

http://www.ligasulmineiradefutebol.com.br/ligasulmineiradefutebol/classificacaorecord2010.htm

21 março 2010

Jogando em Casa Esportiva não sai do empate

TEMPO NA CIDADE



Acuada em seu campo de defesa desde o apito inicial, a Sociedade Esportiva Guaxupé não foi além de um empate na sua segunda apresentação na Copa Record.


Com um álibi chamado de perfeito, o time tratou de jogar como visitante, chamando o adversário para o seu campo defesa e tentando usar a rapidez de Giovaninho e Pena para surpreender o Campomeiense.


Qual a razão do álibi da Sociedade Esportiva ser perfeito? Simples, a equipe não tem tempo para treinar, só isso a faz imune a criticas. Como poderemos cobrar algo de alguém que não tem tempo hábil para treinar e se aperfeiçoar, com me foi dito uma vez por um jogador amador, o time treina jogando.


Assim é a atual situação da Esportiva de Guaxupé e vai continuar até o final de sua participação no certame, Clube Recreativo Campomeiense


esperamos que os outros times que disputam o campeonato tenham o mesmo problema, porém não é o que temos vistos, times mais ajustados tem se apresentado nesta edição da Copa Record e isso poderá comprometer a sorte da Sociedade Esportiva Guaxupé.Jogo disputado, porém sem muita técnica



O gol da Esportiva acabou saindo depois de uma jogada de Giovaninho que escapou pelo meio a defensiva carijó e lançou Pena na entrada da grande área, o goleiro Borba derrubou o atacante, cometendo penalidade máxima, Filemon apitou e Buiu não desperdiçou.


Borba recebeu só o cartão amarelo. A torcida ficou feliz, mais a alegria do torcedor alvi verde durou pouco, a zaga verde deu cochilo daqueles e o pequeno polegar Japinha subiu de cabeça para escorar um cruzamento de Deninho, aos 47' da etapa inicial, deixando o placar igual no primeiro tempo.


Para a segunda etapa a conversa não foi nada diferente e a Esportiva insistia em trazer o adversário para o seu campo de defesa para buscar os contra golpes. Aos cinco minutos o ágil Giovaninho escapou pelo lado esquerdo da defesa carijó e na saída de Borba bateu forte o goleiro rebateu nos pés de Giovaninho que só levantou a bola para o lado direito de Borba, para fazer o segundo da Esportiva.


Com a vantagem a equipe verde e branca abusou do direito de tentar fazer ligações diretas e aos 12 minutos Careca, olhou Bujato antes de a bola chegar aos seus pés e arriscou de longe, um pombo sem asas beijou o travessão e descansou nas redes, era o gol da igualdade e que prevaleceu até o final da partida. Na recomposição de tempo, Charlinho recebeu o cartão vermelho por jogada violenta.


A verdade é que a equipe precisa encontrar uma formula para solucionar a falta de treinamentos.Sociedade Esportiva Guaxupe


S. Esportiva Guaxupé


Bujato, Baiano, Leandro, Douglas BH e Buiu, Charlinho, Silvinho (Evderton), Roy (Diogo) e Giovaninho, Diu e Pena (Dodô).


Gols = Buiu (pênalti) e Giovaninho


C. Recreativo Campomeiense;


Borba, Luizinho, Guilherme, Lucas e Deninho, Kuecão, Gustavo, Bodinho e Delei, Japinha e Careca (Willian).


Gols = Japinha e Careca


Renda e público, não foi divulgado.


Arbitragem: Filemon da Silva, Edivaldo Batista e Carlos Alexandre.




Outros resultados:


Domingo - 21/03/10 - 15:00 h































Em Boa Esperança - MEC - Minas Esporte Clube


5 X 3


Associação Esportiva de Paraguaçu


Em Campos Gerais
- Cruzeiro do Sul Esporte Clube


1 X 1


União
Atlética Areadense


Em Pouso Alegre - Guarani Esporte Clube


0 X 1


Milionários Esporte Clube


Em Nepomuceno - América Futebol Clube


2 X 1


Fabril Esporte Clube


Em Três Pontas - Três Pontas Atlético Clube


3 X 1


Independente Esporte Clube


Classificação CHAE A-B









1ª FASE




















































Chave


Pos.


Equipes


PG


J


Chave AB



MEC - Minas Esporte Clube


6


2


Chave AB



Sociedade Esportiva de Guaxupé/Prefeitura


3


2


Chave AB



Cruzeiro do Sul Esporte Clube


3


2


Chave AB



União Atlética Areadense


1


2


Chave AB



Associação Esportiva de Paraguaçu


0


2


Chave AB



Clube Recreativo Campomeiense


1


2

Domingo - 28/03/10 - 15:00 h


Em Areado - União Atlética Areadense X Sociedade Esportiva Guaxupé/Prefeitura
Em Paraguaçu - Associação Esportiva de Paraguaçu X Cruzeiro do Sul Esporte Clube
Em Campo do Meio - Clube Recreativo Campomeiense X MEC - Minas Esporte Clube
Em Perdões - Independente Esporte Clube X América Futebol Clube
Em Ijaci - Milionários Esporte Clube X Três Pontas Atlético Clube
Em Lavras - Fabril Esporte Clube X Guarani Esporte Clube